Na última terça-feira (3), o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Alimentação de Rio Preto realizou a segunda rodada de negociação do setor de torrefação e moagem, junto ao sindicato patronal do Estado de São Paulo que corresponde a indústria do café. Depois da entrega de pauta e alguns debates, o Sindicato chegou em números e resultados que serão levados para assembleia, para conhecimento do trabalhador e assim serem aprovados. Segundo Tiago Gonçalves Pereira, presidente do Sindicato, foi possível conseguir, de forma amigável, a aplicação da inflação. Caso o acordo não saia este mês, pelo menos se faça um adiantamento, aplicando assim que sair a inflação estipulada no IBGE (Índice brasileiro de geografia e estatística). Outra conquista foi o reajuste nos valores de cesta básica mensal e cesta natalina para dezembro.  Para participação nos lucros e resultados o Sindicato busca aumento também. 

“É importante o trabalhador ver o número real que vamos conseguir. Os itens não são constitucionais, previstos em CLT, é um acordo do Sindicato da categoria. Vale a pena fazer a comparação e estar junto com o Sindicato”, finalizou o presidente.