Na última segunda-feira (09) o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Alimentação de Rio Preto e Região trouxe mais informações importantes para os trabalhadores.  Após alguns debates, o Sindicato avançou na negociação do setor de laticínios.  “Estamos requerendo algumas melhorias para o salário e  cesta básica. “É um bônus para o trabalhador. Estamos conseguindo avançar”, disse Tiago Gonçalves  Pereira, presidente do Sindicato. Vale lembrar que ainda nada é firmado, já que ainda será passado para os trabalhadores para ter aprovação em assembleia. 

E nesta terça-feira (10), o Sindicato participou de mais três reuniões. A primeira foi na Federação, em São Paulo, onde foi negociado o setor de massa, biscoito, produtos do cacau e balas. A reunião foi em conjunto com o Sindicato patronal. Mais tarde, a reunião foi sobre o setor de óleos e vegetais. Ainda no mesmo dia o setor de inorganizados, como Kodilar, Kinino e Siamar, junto à FIESP (Fundação das Indústrias do Estado de São Paulo). “Esperamos que possamos chegar em um acordo amigável para que dessa negociação a gente já possa levar algo para os trabalhadores”, disse Gonçalves. 

Para o setor de panificação foi feita uma segunda pauta com os Sindicatos da região de São José do Rio Preto. A união das pautas serve para deixar os Sindicatos mais fortes perante o patrão. O patronal analisou as pautas e deve marcar a primeira rodada de negociação para as próximas semanas. “Temo o intuito de já fechar nessa primeira rodada, já temos conhecimento do que queremos, já conversamos em outras horas explicando a finalidade de fechar rapidamente e trazer os números”, finalizou o presidente.