O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Rio Preto e Região teve um ano de muita luta em 2019. Foram inúmeras assembleias realizadas com os trabalhadores, diálogos fortes com o setor patronal e manutenção de direitos conquistados ao longo dos anos, com muito suor.  Em várias convenção das categorias representadas pelo Sindicato há quase 80 cláusulas sociais, todas mantidas, mesmo após a reforma trabalhista e o avanço da terceirização. O presidente da entidade, Tiago Gonçalves, afirma que só mantendo essa luta ao lado dos trabalhadores é que a categoria vai avançar e bater de frente com quem quer tirar direitos. “Muitos empresários pediram para reduzir as cláusulas. Por exemplo, hora extra, reduzir de 70 para 50, adicional noturno de 40 para 20. Querem rasgar as convenções e pagar só o que está na CLT. Se a gente fraquejar, eles conseguem. Mas vamos continuar lutando e estando sempre ao lado do trabalhador. Por isso é importante essa união, nesse momento tão delicado que vivemos”.

O presidente do Sindicato pede mobilização para 2020. “Conseguimos nos manter em pé em 2019. E manter os benefícios. Peço aos trabalhadores ainda mais mobilização para 2020. Que todos tenham um excelente Natal, um Ano Novo maravilhoso, com muita paz, saúde, e trabalho para todos”. O Sindicato fica em recesso do dia 23 deste mês até o dia 8 de janeiro.