Já se realizou a terceira rodada de negociações do setor Usinas de Açúcar e os patrões mantêm proposta ridícula para os trabalhadores. A contra proposta do setor empresarial foi de 6,5% em três vezes 2,12% a partir de 1º de maio/2016 até o limite de R$10.600,00 acima deste limite parcela fixa de R$224 - 2,12% a partir de agosto/2016 sobre o salário de maio/2016 até o limite de R$10.600,00 acima deste limite parcela fixa de R$224,72 - 2,12% a partir de 1º de novembro/2016 sobre o salário de 1º de agosto/2016 até o limite de R$10,600,00 acima deste limite parcela fixa de R$224,72. Piso Salarial de R$1.034,48 a partir de 1º de maio/2016: Piso salarial de R$1.056,41 a partir de 1º de Agosto/2016: Piso salarial de R$1.078,80 a partir de 1º de novembro/2016 e manutenção das demais cláusulas da convenção anterior. Esta proposta foi prontamente recusada pela bancada representante dos trabalhadores, ficou agendada nova rodada para o dia 15 de junho de 2016.