O Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Alimentação de Rio Preto inicia entre o fim de agosto e início de setembro as primeiras rodadas de negociação de pautas de reinvindicação para o setor patronal. As pautas já foram entregues e começam a serem discutidas nessa sexta-feira (29). O primeiro setor abordado será o da panificação. “Nós, aqui de Rio Preto, junto com os sindicatos de Votuporanga, Olímpia, Catanduva e Pontes Gestal estaremos juntos nessa negociação. Esperamos levar alguma novidade para os trabalhadores, embora as primeiras reuniões sejam o questionamento das pautas”, disse o presidente do Sindicato, Tiago Pereira Gonçalves.

A pauta de reinvindicações está sendo feita mais cedo em 2019, como informa o Sindicato. Ainda para o segundo semestre acontecem as primeiras reuniões no setor de torrefação e de moagem de café. A primeira acontece em São Paulo, no dia 3 de setembro, às 10h. No dia seguinte a pauta é voltada para o setor de laticínios e produtos derivados, que prevê concluir as negociações ainda em setembro, mais cedo que no último ano. 

Com a reforma trabalhista, o Sindicato crê que manter o que já foi conquistado é um avanço e tanto. Segundo Gonçalves “quando a gente monta uma pauta pedimos manutenção das cláusulas com melhorias, como reajustes na inflação e ganhos reais. Da contraproposta o patrão retira algumas cláusulas anteriores, então é uma luta muito grande”. Assim o presidente do Sindicato ainda afirmou que é muito importante que o trabalhador seja um aliado ao Sindicato. “A finalidade do Sindicato é defender o direito do trabalhador e para mostrar que estamos mais fortes é preciso dele ao nosso lado. Negociamos para todos. Se amanhã o Sindicato fechar, eles estarão desamparados”, finalizou Gonçalves.